de chocolate

Roteiro dirigido por Kika Nicolela, interpretado por Paula Picarelli e Caco Ciocler

em breve, link para o curta finalizado!

SE PREFERIR ABRIR O ROTEIRO EM PDF, CLIQUE AQUI.

O FILME DÁ PRA ASSISTIR AQUI.

 

DE CHOCOLATE

CENA ÚNICA – INT/DIA – COPA/COZINHA

HOMEM e MULHER estão sentados em uma mesa, sobre a qual há um grande bolo de chocolate, intocado. A mesa está posta, mas eles aparentemente não estão com fome.

De um lado da mesa, também há várias peças, parafusos e ferramentas, do outro, vários frascos de esmalte quase idênticos.

Ela pinta as unhas do pé com esmalte vermelho. Ele conserta um rádio-relógio.

Ficam um tempo em silêncio.

 

MULHER

Vai estragar

HOMEM

Acho que já tá estragado

MULHER

Já tem mais de uma semana

HOMEM

Tá estragado, mas tem jeito

MULHER

Quando azeda, já não dá mais.

 Ele acha estranho o comentário, mas segue fazendo o que fazia

MULHER

Bom, era seu mesmo…

Ele começa a fazer uma sujeira enquanto conserta, deixa cair tudo na mesa. Ela coloca também o outro pé sobre ela, e começa a olhar para o esmalte nos dedos. Estão aparentemente iguais. Pega dois frascos e compara a cor.

HOMEM

Eu prefiro quente

MULHER

Todos os tons são quentes

HOMEM

O bolo de chocolate

 

Ele levanta-se, pega um prato, corta um pedaço do bolo e coloca no microondas. Ela pega, com os dedos, um pouco da cobertura e leva à boca.

 

HOMEM

Ainda tem jeito?

MULHER

Ainda não estragou.

Entreolham-se

HOMEM

E o gosto, ainda é bom?

MULHER

Eu acho.

 

Ele vai até ela. Toca seu ombro. Ela pega a mão dele e passa na cobertura do bolo .

HOMEM

Tá suja!

MULHER

Não me incomoda.

HOMEM

Tá fria.

MULHER

Também é bom.

 

Ele vai em direção à pia e lava as mãos. Ela pega dois frascos de esmalte e vai até perto dele. Coloca os dois frascos contra a luz.

MULHER

Qual você prefere?

HOMEM

Assim não dá pra ver.

 

Ele volta à mesa, recomeça a consertar o rádio-relógio. Ela vai em direção ao forno de microondas, fica olhando pra ele. O forno reflete a janela e parte do seu rosto. Ela pinta um canto da boca com uma cor, outro canto com outra. Volta à mesa, olhando para o HOMEM.

MULHER

Qual você prefere?

HOMEM

Não faz isso!

MULHER

Te incomoda?

HOMEM

Estraga a pele

MULHER

Te incomoda?

HOMEM

Olha, vai estragar.

 

Ela retira o bolo do microondas.

MULHER

Não tá estragado.

HOMEM

Passou do ponto.

MULHER

Não me incomoda.

 

Ela limpa os cantos da boca, parte um pedaço do bolo e come. Ele segue parafusando o rádio.

MULHER

Te incomoda tanto assim?

 

Ele continua olhando pro rádio, aparentemente concentrado. Ela pega a acetona e começa, violentamente, a tirar o esmalte de um dos pés.

MULHER

Eu não sei por que fazem cores tão parecidas. Deviam fazer só as óbvias: vermelho, azul, verde, chocolate. Mas não. Tem trinta e sete tons de vermelho. E eu fico com essa necessidade dilacerante de decidir entre as trinta e sete coisas praticamente iguais! Praticamente iguais. Praticamente iguais.

Ele levanta os olhos do rádio relógio. Olha pros frascos praticamente iguais sobre a mesa, entre eles, um no tom chocolate.

Ele pega o frasco, vai até ela, pinta uma de suas unhas da mão.

 

HOMEM

Gostou do chocolate?

MULHER

Passou do ponto. Tá estragado.

 

Ela joga o bolo no lixo. Ele volta a desparafusar o rádio-relógio. Ela respira fundo, senta-se à mesa, pega um dos frascos vermelhos e começa a pintar as unhas dos pés.

Ficam um tempo em silêncio.

 

MULHER

É uma pena. Vai estragar.

 

A cena segue igual, em looping.

FIM

%d blogueiros gostam disto: